Caixa registradora lomza

Todo empresário que possui caixas registradoras em seu nome particular enfrenta os problemas remanescentes que esses dispositivos podem gerar diariamente. Como todos os equipamentos eletrônicos, as caixas registradoras não são independentes dos recursos e às vezes quebram. Nem todos os proprietários da empresa sabem que, em todos os momentos em que os registros são feitos com a ajuda de uma caixa registradora, eles devem ter outro dispositivo desse tipo - apenas no caso de falha desse dispositivo básico.

A falta de uma caixa registradora elzab sobressalente durante a venda adicional de produtos ou serviços pode resultar na imposição de multas pela administração tributária, pois isso impedirá que a carta de vendas destrua o dispositivo principal. Os documentos mantidos na caixa registradora devem incluir o livreto de serviço da caixa registradora. Nesse fato, não são apenas reparos no dispositivo, mas também há dados sobre a fiscalização da caixa registradora ou alterações em seus pensamentos. O caderno de serviços também deve conter o número exclusivo que foi entregue à caixa registradora pela administração fiscal, o nome da empresa e o endereço das instalações em que a caixa registradora é tratada. Todos esses dados são necessários no caso de inspeções fiscais. Qualquer reviravolta na caixa registradora e sua alteração vão para as tarefas de um serviço especializado, com o qual todos os empreendedores que usam caixas registradoras devem constituir um contrato assinado. O que é bom - você deve informar a administração tributária sobre qualquer alteração no técnico da caixa. As vendas de valores fiscais devem se mover de maneira contínua; portanto, para o sucesso do preenchimento da memória da caixa registradora, é necessário trocar sua opinião pela última, lembrando-se de ler a memória. A leitura da memória da caixa registradora fiscal pode fornecer - da mesma forma quando o reparo é realizado, mas apenas por uma entidade autorizada. Além disso, o trabalho deve ser realizado na presença de um funcionário da administração fiscal. Um relatório apropriado é feito a partir da leitura da memória fiscal da caixa registradora, uma cópia da qual é enviada à administração fiscal e uma nova ao empresário. Ele deve manter esse relatório junto com outros documentos relacionados à caixa registradora - seu erro pode resultar na imposição de uma penalidade pelo escritório.